Formigueiro decreta situação de emergência devido à estiagem

0

Assim como outros municípios gaúchos, Formigueiro também decretou situação de emergência devido à estiagem que atinge o estado. O decreto, de nº 4.583/2020, foi assinado na manhã desta segunda-feira (09) pelo prefeito Jocelvio Cardoso (Xirú).

Segundo levantamento realizado pela Emater/RS entre 15 de janeiro e 5 de março, os percentuais de perdas chegam a 12% no arroz, 50% na soja, 60% no milho, 20% na pecuária e 20% no fumo. O prejuízo financeiro estimado chega a quase R$ 27 milhões.

Na agricultura familiar de pequenos produtores e quilombolas que produzem para subsistência, em produtos como feijão, batata doce, entre outros, o percentual de perdas atinge a marca dos 80%.

As perdas devem ser ainda maiores caso as previsões meteorológicas de ausência de chuvas sejam confirmadas. A seca que atinge o Rio Grande do Sul é a pior em 8 anos, desde a safra 2012/2013, segundo a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado.

A medida já era esperada desde a quinta-feira (05), quando foi feita uma reunião com produtores rurais, agrônomos, representantes do Irga, Emater/RS, Cotrisel, Arrozeira Sepeense, Associação dos Arrozeiros, Conselho Agropecuário, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato Rural, Sistema de Inspeção Municipal e das Secretarias de Agricultura e Administração, bem como, Legislativo do município.

Clique aqui para acessar o decreto.

Deixe Um Comentário

×