Formigueiro pode decretar situação de emergência devido a estiagem

0

Para abordar os efeitos da estiagem no município, uma reunião foi realizada no gabinete do prefeito, na manhã desta quinta-feira, 05. Conforme o levantamento de perdas apresentado, há possibilidade de Formigueiro decretar situação de emergência, assim como outros municípios gaúchos.

A seca que atinge o Rio Grande do Sul é a pior em 8 anos, desde a safra 2012/2013, segundo a Secretaria da Agricultura, Pecuária e Desenvolvimento Rural do Estado.

O levantamento apresentado demonstra perda de 12% no arroz, 50% na soja, 60% no milho, 20% na pecuária e 20% no fumo, devido a estiagem de chuvas e muita incidência de luz solar com temperaturas altas. O prejuízo financeiro estimado chega a quase R$ 27 milhões.

A agricultura familiar não está quantificada no levantamento em função de vários fatores que influenciam para a formação do seu índice, mas estima-se um prejuízo de 80%, até o momento, nas suas atividades.

Além de produtores locais, a reunião contou a participação de agrônomos privados, representantes do Irga, Emater/RS, Cotrisel, Arrozeira Sepeense, Associação dos Arrozeiros, Conselho Agropecuário, Sindicato dos Trabalhadores Rurais, Sindicato Rural, Sistema de Inspeção Municipal e das Secretarias de Agricultura e Administração, bem como, Legislativo do município.

O prefeito de Formigueiro, Jocelvio Cardoso, cumpre agendas em Porto Alegre nesta quinta. Ele deve analisar o caso nos próximos dias.

Foto: Pablo Milani

Deixe Um Comentário

×