Emater define controle no uso de agrotóxicos

0

No mês de dezembro deste ano, a Emater aplicou a capacitação para mais de 500 pessoas, para desenvolver o uso correto de agrotóxicos. Os cursos começaram a ser realizados no mês de junho, estendendo-se até então, a fim de capacitar profissionais qualificados na área de produção rural e aplicação de produtos. As referidas qualificações atendem normas do Estado, baseadas na constatação de prejuízos causados sob o uso incorreto de fertilizantes agrícolas e agrotóxicos, no cultivo de frutas e hortaliças.

As cidades de São João do Polêsine, Silveira Martins, Mata, Jari, Jaguari e Santiago, disponibilizaram a realização dos cursos. Jaguari foi declarada a cidade com maior número de confirmações, somando um total de 27 inscritos. A regra declara que o uso destes produtos, só poderá ser manuseada pelos profissionais que concluíram o curso. Os municípios de Agudo e Tupanciretã, receberam as aulas igualmente, por demanda cooperativa de seus órgãos municipais.

Em Santa Bárbara do Sul (RS), término do plantio de 470 hectares de soja – Foto: Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Um dos assistentes técnicos da Emater, comentou sobre os riscos do manejo incorreto dos referidos produtos, a fim de alertar sobre as consequências: “Caso a pessoa que estiver aplicando não obter as informações suficientes sobre o manejo, como a falta de utilização dos equipamentos de proteção individual, correrá riscos de contaminação imediata. O risco pode aumentar consideravelmente, caso os produtos se desloquem para outras lavouras que têm culturas sensíveis, gerando prejuízos ao meio ambiente e também à economia.” De acordo com a Emater, os cursos disponibilizarão aplicações sobre o 2,4-D (Herbicida seletivo para utilização no controle de plantas infestantes no cultivo de trigo, milho, soja, entre outros grãos), assim como sobre herbicidas, fungicidas e inseticidas.

Deixe Um Comentário

×